voltar

 

 

 
 

ffffffffffffffffffffffffffffff







 

 
 

 




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  De Chosendo ao Seixo
Reportagem:
 
 A Quinta da Dama
              
            

  

       
 
 
 
 

Website Counter

   
Pelo interior de Sernancelhe
 

Quintas, um berço de tantos que em prol dos seus
que muito se sacrificaram, longe dos benefícios do progresso e se distinguiram; quer como fonte de vida, nos seus vales onde desde sempre se cultivou o pão que os tem alimentado, se apascentou o gado que lhe dá a carne, a lã com que se veste, e o leite com que se fazem as iguarias que lhe temperam as agruras de uma existência.
 
Natureza...
 
     

   
 


N
os magníficos vales de Chosendo ao Seixo, com o colorido contraste de Soutos, pinhais, ribeiros e Quintas de lavoura agora com que os dias de verão maiores e as temperaturas convidativas, as cores contrastam, com entre o verde vivo das folhas e o castanho do feno e centeio secos dos terrenos agrícolas.



Estamos em pleno Verão ! É a altura certa para se dedicar aos passeios por esta serra nos vários vales que a natureza fabricou, seja Chosendo-Seixo, Chosendo Ferreirim pela Quinta da Dama ou Seixo-Quinta de S. Roque à beira da ribeira do Guilheiro , aproveitando ao máximo o ar saudável que aqui se respira.

Contrastando com o triste cenário de muitas ribeira portuguesas, ainda é possível encontrar pequenos cursos de águas cristalinas que deslizam pelas encostas da serra. 



Pequenas encosta com terrenos férteis atestam a vida rural das propriedades e Quintas

no interior
desta serrania,  onde os típicos sons rurais ecoam pela serrania, misturando-se por vezes, nos dias mais agrestes, com o silvo do vento que desce montanha abaixo.

Ao longo destes vales encontramos magníficos soutos de castanheiros, alternados com pinhais, choupos à borda das ribeiras, várias espécies de árvores selvagens, várias culturas agrícolas geometricamente muito bem delimitadas e cultivadas, constituindo estas manchas de vegetação um rico e fascinantes ecossistema desta Serrania Chosendo-Seixo-Ferreirim. O auge desta bela paleta de cores acontece no pico do Outono, em locais como a Quinta das Olgas, Silvas e Moreiras, onde as folhas das videiras e castanheiros vão caindo acompanhadas pelo chilrear das aves florestais.

Um pitoresco caminho leva-nos à Quinta de S, Roque, já no território de Vila da Ponte, cheio de surpresas, desde a ribeira que segue quase todo o caminho, contornada de choupos, com vários lameiros pelo caminho, floresta de Pinheiros, e a interessante anexa de S. Roque com algumas casinhas, capela e a sensação de nos encontrar-mos num paraíso.

Em locais mais remotos no alto da serra, onde predominam essencialmente os afloramentos rochosos, é possível observar algumas espécies típicas como o Javali, a raposa, a Lebre, e a perdiz. Até há dezenas de anos atrás, o lobo também percorria estas paragens, mas hoje já nunca mais ninguém o avistou.

Um percurso a pé, bem cedo pela manhã, por entre os trilhos rurais é a única maneira de explorar devidamente os múltiplos recantos desta serrania. Esta alternância da Serra e Ribeiras e montanhas graníticas é um local de purificação do corpo e do espírito que convida ao repouso e às caminhadas.

A passagem para além fronteiras e, principalmente,
a visita ao dólmen de Penela da Beira
pode ser o início
de uma grande caminhada que nos leva a conhecer alguns vestígios arqueológicos existentes nas circunscrições, seja em Penela ou mesmo por Paredes da Beira, que atestam a longa relação existente desde a pre-história entre o Homem e
estes locais.
 

Um rebanho é iluminado pela luz dourada do sol poente por entre a serra e lameiros da ribeira de Guilheiro. Ao longe, um velhinho da Cardia conduz o destino de um rebanho de ovelhas, imagem bem emblemáticas da serra: a pastorícia que se encontra novamente em expansão


A luz mágica do fim do dia com o sol poente desperta e torna magnífica a paisagem

que se perde de vista nos pontos mais altos da serra. Um pinheiro, meio despido
e sozinho em zona onde proliferou um incêndio há 2 anos, tenta resistir neste inabitável cenário repleto de rochas graníticas.
 

No Inverno o frio bem se faz sentir as geadas e por vezes alguma neve cai nesse período do ano, prestando-nos a outro tipo de aventura e passeios por terras de Chosendo, Seixo e Cardia, cujos vales e montes interiores merecem ser preservados.