Voltar

 
 
 
 
 
   
   
 
 
 





 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Quinta da Dama - Chosendo   -oooo
Nossas Quintas
 
  As Quintas de Chosendo são exemplo. Usam a severidade de seu clima e a fertilidade do solo de seus vales em doses sábias com a intenção maternal de formar carácteres, usando as suas montanhas envolventes como braços protectores...  
 
 DAMA
 

Seja por ligações afectivas ou pelo encanto dos seus cenários, seja pelas características plenas de sabedoria antiga de suas gentes ou pelo simples contacto com a Natureza, as Quintas de Chosendo mudam-nos!

As Quinta de Chosendo muito dão, também muito exige em troca. O rigor dos seus Invernos, a austeridade de algumas das suas paisagens, requerem coragem, e galhardia de seus habitantes, que apesar de tudo aí continuam a viver.
 
A sua agradabilidade
 
     




 

   
 

A quinta onde o tempo parou

Em pleno vale da estrada municipal Chosendo-Seixo, a Quinta das Damas é um verdadeiro ermo espiritual
 

 
A quinta onde o tempo não passa

Ao lusco-fusco tantas estrelas no céu... O fascínio de quem chega à noitinha à Quinta das Damas tem sempre a ver com os presentes ou dádivas da natureza, o silêncio profundo que se escuta, o ar fresco e puro que se respira e o céu tão estrelado, que nos permite distinguir claramente a Via Láctea. Não é preciso dizer que o descanso aqui está garantido, isso é evidente.

No coração da serra de Chosendo, no vale que caminha para o Seixo, a Quinta da Dama foi cenário ideal ao convívio dum Domingo de Julho com o casal da propriedade e residente.

Não é que nada houvesse para realizar. É só que nada apetece fazer, a não ser aproveitar as óptimas condições para a camaradagem e lazer.


Foi mesmo com este propósito que Venâncio aumentou a sua típica casa rural com mais um quarto e casa de banho privativa com  todas as comodidades, para receber a família do Porto em tempo de férias ou fins de semana prolongados.

A casa, erguida numa grande propriedade de cinco hectares, foi construída de raiz em granito na década de setenta, com os dinheiros amargamente amealhados de 10 anos de trabalho em França. Totalmente conceptualizada para a lavoura, Venâncio logo a dotou de electricidade, puxada por conta própria da rede de Chosendo, a pouco mais de 1 km de distância, passando a ser uma das primeiras quintas rurais da altura por terras de Sernancelhe, a ter tal benefício civilizacional.

Dentro ou fora de portas

A filha da Hermínia, que cá foi criada, mas por conveniências profissionais saiu para a cidade do Porto, conta que prefere o descanso e relaxamento da Quinta ao mais sofisticado Hotel do País ou das paradisíacas praias estrangeiras.

Conta que o pequeno-almoço é servido sempre pela mãe, à cama, com o pão quentinho cozido no forno a lenha.
À noitinha coloca-lhe o queijo acabado de fabricar na mesinha de cabeceira para o saborear antes de dormir.
E de manhã, à hora estabelecida no dia anterior, leva-lhe o pão quentinho ao quarto. 

Refere que aqui, uma noite de sono é um verdadeiro prazer e prolonga-se até às últimas horas da manhã.

O despertador não a acorda, pois nem com o seu toque intenso a consegue levantar da indolência tão doce.

Ao sair do quarto  pelo fim da manhã aproveita a altura para apreciar mais outra vez a beleza envolvente as serrania e terrenos de cultivo verdejantes, alguns soutos de castanheiros, os penedos de granito esculpidos pela natureza e a beleza rural dos espaços envolventes da casa.

A verdadeira casa sernancelhense das Quintas de Chosendo

Como no interior, primam do lado de fora a simplicidade, a rusticidade e o bom gosto. Vemos uma verdadeira casa de Sernancelhe, típica de Chosendo, construída em granito talhado à mão, e uniões cimentadas e pintadas de branco. 

O passeio da tarde

De corpo refeito e barriguinha cheia depois do almoço, é hora de dar um passeio. Sem sair da propriedade, há cinco hectares para serem percorridos e explorados.

 Em pleno contacto com a natureza, os caminhos levam-nos a paisagens deslumbrantes do terreno agrícola, soutos, pinhais, o riacho e por vezes a observar animais que vão cruzando a propriedade como a raposa, o coelho a perdiz, e espécies que por aqui habitam e que, de vez em quando, dão o ar da sua graça. Elas são a confirmação de estarmos mesmo no interior puro e rural de Sernancelhe.

E o tanque da água para rega? Aquela água tão translúcida, dá mesmo vontade de dar um mergulho nos quentes dias de Verão.

Interessante uma tarde bem passada, debaixo  de uma das imensas árvores que existem à volta da casa. Mas mesmo que o sol não queime, a sesta debaixo do centenário castanheiro ao pé do canil é uma opção válida.

Para a família Venâncio

A Quinta da Dama é um espaço de trabalho intensivo mas de lazer para a família e amigos do casal, onde até os dois cães de guarda têm o espaço e atracção própria; têm um canil, à sombra do grande castanheiro anexo à casa, para que também eles desfrutem de um ambiente de sossego...





Enquanto os adultos descansam e respiram os ares puros da serra, a netinha da Hermínia e duas amigas da aldeia de Chosendo, aproveitam a bicicletas para fazer passeios até ao Seixo ou Chosendo neste vale serrano recheado de tanta flora vegetal.




 

 
16